A Lenda do Lago Dourado - Edson Vanzella Pereira

Livro: A Lenda do Lago Dourado
Autor (a): Edson Vanzella Pereira
Editora: Dracaena
Ano: 2012
ISBN 978-85-8218-062-4

"Os Baltimore são uma típica família de uma pequena e pacata cidade norte-americana. Tudo muda para eles quando o filho mais velho, David, com 15 anos de idade, passa em primeiro lugar no Concurso nacional de Superinteligentes do Governo Americano. Reconhecido como o novo grande gênio da nação, ele é contratado pelo governo para uma carreira de cientista. Mas, em sua primeira missão, envolve-se em um misterioso acidente que o deixa entre a vida e a morte. Srta. Marshall, agente do governo, responsável pela missão, sente-se culpada pela tragédia. Max, o irmão mais novo de David, com a ajuda da Srta. Marshal, começa a investigar secretamente as circunstâncias daquele trágico e enigmático acontecimento. Na procura por respostas, eles se envolvem em aventuras perigosas, eletrizantes, e acabam descobrindo que, por trás de fatos aparentemente sem ligação, há uma trama cruel em curso."

*Livro cedido em parceria com a Editora Dracaena.

Oie, tudo bom?

Eu tinha começado a ler esse livro em dezembro, mas consegui terminar a leitura apenas em janeiro porque coloquei outras leituras na frente. A Lenda do Lago Dourado é um livro nacional com personagens e cenários americanos. A história se passa na cidade fictícia de Morangovilles, uma pequena cidade no interior dos EUA onde reside a família Baltimore (típica família americana).

David Baltimore é o primogênito da família e logo no início do livro ele passa em 1º lugar no Concurso nacional de Superinteligentes do Governo Americano. David aceita trabalhar para o Governo dos Estados Unidos e sua primeira missão é viajar para conhecer alguns países. Durante sua visita ao Brasil ele sofre um grave acidente e fica muito mal.

Max, irmão de David, desconfia da morte do irmão e começa a investigar por contra própria. Max é o verdadeiro protagonista desse livro e possui uma grande inteligência. Ele pede ajuda para a Srta. Marshal, agente do governo responsável pelo Programa Superdotados, que o ajuda na logística e execução de suas investigações. 

"Ali, Max selara seu destino, definindo seu papel na história. Trocava o deslumbramento pelo amadirecimento; deixava o egoísmo de lado e abraçava definitivamente a causa a ele designada pelo Poder da Luz." (pág. 105)

De uma forma surpreendente Max e seu irmão estão envolvidos com a Lenda do Lago Dourado, uma história contada pelos moradores de Morangovilles. Ele descobre que é um dos escolhidos do Poder da Luz e que tem uma missão a cumprir.

"Dizia a lenda que dentro daquele lago havia uma caverna submersa, que dava passagem para outra dimensão do universo. Aquele que conseguisse achá-la entenderia o porquê da existência, desde os primeiros tempos até os nossos dias, de pessoas especiais ou portadoras de grandes segredos e técnicas que as tornam diferentes, capazes de ajudar a escrever e mudar o curso da história da humanidade." (pág. 13)

Poderíamos classificar esse livro como um infanto-juvenil misturado com fantasia, ação e espionagem. A Lenda do Lago Dourado tem todos esses elementos e isso deixou a história dinâmica. No entanto, o autor pecou no exagero de determinadas situações que beiravam o surreal. A ajuda que a Srta. Marshal oferece a ele, por exemplo, era fora do comum porque ela conseguia realizar quase tudo que era pedido. 

Da mesma forma, os planos traçados por Max sempre eram executados com precisão e sem grandes problemas. Eu posso entender que a história é fantasiosa, mas faltou um pouco de coerência na narrativa. Além disso, alguns diálogos eram forçados e não eram condizentes com uma conversa que temos no dia a dia com familiares ou amigos.

A história relata uma verdadeira luta entre o bem e o mal. A missão de Max é identificar essa força do mal para que ela não tente destruir o mundo que vivemos. O livro possui uma linguagem jovem para falar sobre as influências das forças do mal, um tema que sempre aparece em histórias e filmes infantis.

"Mas nestas últimas três décadas, com o alto desenvolvimento tecnológico e a frenética lita pelo dinheiro, voltou a circular no planeta muita energia negra; assim, a Fraternidade da Escuridão ganhou forças novamente." (pág. 65)

Em alguns momentos o autor é bem didático, mas a narrativa não fica monótona. Os capítulos curtos e a linguagem leve facilitaram e aceleraram a leitura, pois as páginas passam sem que você perceba.

Se você gosta de livros com uma pegada mais juvenil A Lenda do Lago Dourado é uma história indicada. Mas, se você é cético com esse tipo de assunto nos livros, poderá ter problemas com o livro.

Beijos!

34 comentários

  1. Já tinha ouvido falar do livro e achei a premissa bem interessante desde a primeira vez que li a sinopse.
    Essa mistura de fantasia com espionagem foi o que mais me chamou a atenção. Afinal, adoro fantasia e policiais, e espionagem me traz a cabeça romances policiais.
    Só é uma pena saber que alguns diálogos são forçados e algumas coisas surreais, pois eu não gosto disso. Pra mim os personagens ten que ser palpáveis e trazer certa realidade aos leitores. Mas isso não me impediria de ler o livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rita, realmente você pode gostar do livro, pois ele mistura a fantasia com o suspense e aventura.
      :D

      Excluir
  2. Eu nunca tinha lido resenha desse livro, se fosse apenas olhar para essa capa nunca que me chamaria a atenção.
    Parece ser bem interessante, adoro livros juvenis e se tem um pouco de ação no meio fica melhor ainda =]

    http://rotinadafelicidade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu gostei da sinopse e enredo deste livro, parece ser bem legal! Não conhecia o autor, nem a obra mas adoro livros que contém fantasia e aventuras e este me chamou bastante a atenção, parece ser bem legal e gostei de saber que as páginas passam sem nós vermos! :)
    beijos ♥
    quemprecisadetvparaverbeyonce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dani, uma coisa boa desse livro é seu dinamismo.
      :D

      Excluir
  4. Só não curti muito a história ter sido ambientada nos EUA... É tão legal ler um livro nacional com as nossas cidades, nossos costumes...

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  5. Não curti muito essa coisa de "tipica família americana". Não sei porque os autores BRASILEIROS não podem criar personagens BRASILEIROS. Claro que eles podem escrever o que bem entenderem, e o que conta mesmo é a história; mas esse detalhe sempre me irrita um pouco.

    Beijos
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oie,
    li este livro já faz algum tempo e curti um pouco, mas achei meio fraquinho

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oiee

    Pela sua resenha acho que não iria gostar muito do livro mas quem sabe um dia eu resolva ler.

    Não curto dialogos e situações fantasiosas acho que isso fica forçado, ainda bem que o livro tem capitulos curtos né, assim fica mais fácil de adiantar a leitura!

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Aline,

    Eu estou com esse livro na minha estante, também recebi em parceria com a editora, e meio que não sabia o que esperar dele, depois de ler sua resenha já tenho uma ideia, eu gosto de livros juvenis, espero gostar desse estou programando pra ler no próximo mês.

    Bjks

    Patty Santos - Blog Coração de Tinta
    http://coracaodetinta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Gostei da história. A resenha conseguiu representar muito bem o livro.

    meupedepagina.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Li esse livro faz um tempinho, gostei bastante, mas acho que algumas coisas ficaram muito fora da realidade, mesmo sendo ficção. rs
    beijos
    apenas-um-vicio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia o livro ou o autor, então não sei o que dizer, pois o livro chamou minha atenção em alguns pontos como o lado mistério/investigação, mas também com os pontos negativos puxando-me para trás, não vejo problema em o livro ser nacional e se passar fora do país, mas como é nacional espera-se que o enredo esteja se passando aqui.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cah, o fato do livro não ter sido ambientado no Brasil realmente não foi um problema.
      :D

      Excluir
  12. Em um primeiro momento, achei que o livro fosse realmente estrangeiro, mas não é. O que fica fácil dizer que o autor, o Edson, teve inspirações desse tipo de literatura e soube escrever muito bem o livro. Gostei do enredo, até porque é a primeira resenha sobre o mesmo que leio, e apesar de preferir livros estrangeiros, acho que vou dar uma chance a 'A Lenda do Lago Dourado' :)

    ResponderExcluir
  13. Não conhecia o livro, mas tenho que admitir que eu não leria esse livro não sei porque mais ele não me chamou a atenção...

    Meu Mundo, Meu Estilo

    ResponderExcluir
  14. Oiee,

    Li esse livro tem um tempo. A história é mesmo muito interessante e a lenda em si é super bem bolada. Porém os diálogos me incomodavam muito porque eles não me pareciam naturais. Principalmente as falas dos adolescentes. Isso fez com que a leitura se arrastasse um pouco.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oiii Aline!! Ainda não tinha ouvido falar do livro... Achei o nome da cidade engraçada, Morangoville!! rss! Bom, eu gosto de literatura infanto-juvenil, mas as mais voltadas para romance!

    Vi o comentário da Kel, diálogos que não parecem naturais me incomodam...acho que eu demoraria para terminar a leitura dele. Mas quem sabe um dia!!

    Beijos,

    Mari
    cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mari, realmente os diálogos são assim.
      :D

      Excluir
  16. Oi Aline, tudo bem?

    Eu gostei muito da sua resenha. Eu ainda não li o livro, mas acho que pelo enredo da história eu vou gostar.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. O livro não me chamou muita minha atenção, não por ter uma pegada mais juvenil, mas acho que foi o enredo da história como mostrada aqui não me atraiu.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Gosto de livros juvenis, mas esse não chamou a minha atenção, parecem ser temas demais misturados...
    Beijos!
    http://sobrelivrosesonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Que pena ter partes que não dá para convencer o leitor, tinha tudo para ser um maravilhoso livro. A trama me pareceu muito boa, e amo fantasia, mas há de ser algo bem elaborado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Oliveira, tudo bom?
      A trama tinha tudo para bombar.
      :D

      Excluir
  20. Oie
    Não conhecia esse livro e até achei a premissa interessante mas não tenho interesse em lê-lo, principalmente depois de ver que é "bem contra o mal" estou um pouco cansada disso, rs.

    ResponderExcluir
  21. Eu já tinha lido umas resenhas desse livro e o fato do autor escrever algumas cenas que são difíceis de imaginar foi unanimidade, sem contar que o livro parece ter partes cansativas. Num primeiro momento me chamou a atenção, mas depois perdi um pouco a vontade de lê-lo. :/

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
  22. Oi Aline!
    Fiquei bastante curiosa em relação ao livro por você ter dito que ele tem um pouco de fantasia e espionagem pelo meio e eu adoro isso! Além de ser um infanto-juvenil que eu gosto bastante também.
    xx, Ann

    ResponderExcluir
  23. A história parece ser bem legal e interessante, mas não me chamou atenção porque não é meu gênero preferidos e livros com esse tipo de temática dificilmente me prendem.
    Não gostei muito da capa, mas a escrita e o desenvolvimento parecem ser bastante envolventes.

    ResponderExcluir
  24. Olá, Aline! Tudo bem?

    Então, eu também recebi esse livro pra fazer resenha mas ainda não tive tempo de começar a ler. Como você disse, tenho outros ainda na fila... por isso me interessei pela sua resenha. Saber o que me espera rsrs'
    E fiquei surpresa, porque imaginei uma coisa totalmente diferente. Sei lá.. mas nada infanto-juvenil. Apesar de que eu não tenha nada contra o gênero, até gosto...

    Adorei a resenha!
    Bjs,

    Blog Geek & Pop

    ResponderExcluir
  25. Gosto de livros juvenis, mas não sei se eu leria esse agora. Fiquei meio que na dúvida, apesar que pela sinopse e a resenha parece ser um ótimo livro. Mas... ainda não sei se compraria =/

    ResponderExcluir
  26. Eu estou curiosa para ler, pois é um livro nacional e eu estou adorando ler livros dos nossos queridos escritores, e eu gosto dessa pegada infanto-juvenil acho bem legal, creio que eu venha a ler ele em breve.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os autores brasileiros estão lançado ótimos livros.
      :D

      Excluir
  27. Eu não sei como é a minha relação com infanto-juvenis, tem alguns que eu adoro, tem outros que eu detesto haha

    Bjs

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Siga-nos no Networked

Siga-me no BlogLovin

Follow on Bloglovin