Água para Elefantes - Sara Gruen

Livro: Água para Elefantes
Autor (a): Sara Gruen
Editora: Sextante
Ano: 2007
ISBN 978-85-99296-15-8

"Aos 23 anos, Jacob era um estudante de veterinária. Mas sua sorte muda quando seus pais morrem num acidente de carro. Órfão, sem dinheiro e sem ter para onde ir, ele deixa a faculdade antes de prestar os exames finais e acaba pulando em um trem em movimento - o Esquadrão Voador do circo Irmãos Benzini, o Maior Espetáculo da Terra. Admitido para cuidar dos animais, Jacob sofrerá nas mãos do Tio Al, o empresário tirano do circo, e de August, o ora encantador, ora intratável chefe do setor dos animais. É também sob as lonas dos Irmãos Benzini que Jacob vai se apaixonar duas vezes: primeiro por Marlena, a bela estrela do número dos cavalos e esposa de August, e depois por Rosie, a elefanta aparentemente estúpida que deveria ser a salvação do circo."

Olá, tudo bom?

Antes de falar sobre a leitura desse livro, quero contar como foi sua aquisição. Comprei na revista Avon e por muito tempo pensei que era a edição econômica porque nem tinha tirado do plástico. E qual não foi minha surpresa ao descobrir que era uma edição normal. Gosto muito dessa capa baseada no filme, pois exemplifica bem a história e fiquei contente em ter a versão com orelhas e letras normais.

Água para Elefantes me cativou com sua narrativa singela e me lembrou em diversos momentos o livro Éramos Seis a qual sou uma assídua leitora. O protagonista é Jacob que narra à história quando é jovem durante a Grande Depressão e quando já é um idoso com 93 anos em um asilo. Um circo chega à rua do asilo e ele passa a recordar de seu passado no circo dos Irmãos Benzini.

Quando Jacob tinha 23 anos e estava terminando a faculdade de veterinária, seus pais morreram em um acidente de carro. Ele ficou sem condições para pagar a faculdade por causa da dívida com a hipoteca e abandona a cidade e entra no primeiro trem que aparece, mas sem saber que o trem pertencia ao circo.

A vida no circo não é fácil, mas quando eles descobrem sua formação acadêmica, ele é designado para trabalhar com os bichos. O livro é um retrato da vida na Grande Depressão americana, com proibição do consumo das bebidas alcoólicas, muitas pessoas passando fome, desemprego e condições precárias de vida. A autora também fala sobre o funcionamento dos circos e toda a estrutura que era necessária para que um espetáculo ocorresse.

Na narrativa, ora somos inseridos nos tempos difíceis da vida do protagonista, ora voltamos para o asilo em que ele está 70 anos depois do ocorrido. Eu fiquei completamente apaixonada pelo Jacob idoso porque ele é hilário. Nada de vovôzinho bom que gosta dos bisnetos. Ele faz piada com a própria velhice, é rabugento e chama os colegas de gagás.

"(...) Detesto essa política bizarra, essa exclusão protetora, pois ela faz com que eu me sinta definitivamente excluído da história. Se não sei o que esta acontecendo em suas vidas, como posso participar da conversa." (pág. 94)

"Por que a casa de idosos não tem uma ala separada para pessoas nesse estado? É claro que essa galinha velha está maluca." (pág. 211)

Em seu trabalho no circo, Jacob fica próximo August, chefe do setor de animais do circo, e sua bela esposa Marlena, que faz o número dos cavalos. Ele se apaixona por ela e os dois descobrem que tem o mesmo amor pelos bichos. Mas o romance não é o foco dessa história e funciona como um pano de fundo. A elefanta Rosie também tem destaque e possui um carinho especial por Jacob, um dos poucos que a trata bem e no decorrer da história é impossível não se apaixonar por ela.

A escrita da autora é ótima e faz com que a leitura flua tranquilamente. O final criado ficou interessante e gostei muito do rumo que ela deu ao personagem, seja no passado ou no presente. É uma leitura agradável que te faz pensar na velhice e nas pessoas que você carrega em sua vida. Seja família, amigos, aventuras ou lembranças... tudo vem à tona quando você é idoso.

"Ah, droga, será que você não percebe? Eu nem me dei conta de que estava falando. É o começo do fim. De agora em diante é só ladeira abaixo, e eu não vou muito longe. Mas eu tinha esperança de poder contar com a minha cabeça. Eu realmente tinha." (pág. 181) 

Esse é um dos livros que você se arrepende de não ter lido antes. Não se esqueçam de deixar suas opiniões nos comentários.

Beijos.

8 comentários

  1. Eu vi o filme só e adorei, então com certeza o livro deve ser maravilhoso.

    http://livroscom4patas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Adoro esse livro, ainda não assisti o filme, mas parece ser muito bom. Assim que tiver oportunidade irei assistir, adorei a resenha.
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho esse livro em casa mais ainda não li como todo mundo esta falando bem dele preciso ler logo ...

    Beijos

    http://livrosechocolatequente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. LOOK WHO'S HERE! Ainda vou me atualizar nos outros posts, Aline, mas dê um crédito para a pobre Sarinha.
    Esse livro faz parte da Coletânea de Livros Que A Sarah Já Teve Um Milhão De Oportunidades Para Ler Mas Toda Vez Que Ela Surgia A Sarah Tinha De Optar Por Outro Livro Aparentemente Melhor. É um nome meio grande para uma coletânea, sei disso, mas para você ter uma ideia, meu pai já chegou até a comprar esse livro para mim. Eu acho que o troquei por Emily Giffin depois. Não me lembro muito bem. Digamos apenas que a memória da Rosie certamente é bem melhor do que a da garota que lhe escreve, querida amiguinha blogueira.
    Anyways. A conspiração fez com que eu não lesse esse livro, mas ISSO NÃO O RETIRA DA WISHLIST! Principalmente depois de eu ter assistido ao filme, que com certeza deve ser terrivelzinho perto do livro, como é de costume nesse mundo literário ao qual estamos inseridas. Vários amigos meus leram, e a maior parte deles indicam que eu o leia. Eu acho que mesmo com as críticas negativas, vou ler da mesma forma.
    Sua resenha ficou lindissima as usual, é claro <3 Saber que o estilo de narrativa é agradável me dá mais motivação para DAR UM JEITO DE COMPRAR ESSE LIVRO DE UMA VEZ. Inclusive, estava com ele no carrinho na semana passada, mas encontrei um último exemplar de "O Lado Bom Da Vida", nas Lojas Americanas, e tive de trocá-lo.
    Conspiração, querida, conspiração.
    Mas vou guardar sua resenha no coração e relê-la após a leitura deste livro. Já te falei que prefiro ler resenhas de livros que já li?
    Nunca falei que era normal.
    Perdoa o sumiço, tá? Beijo e muito amor pra vc. :*

    ResponderExcluir
  5. Assisti o filme e achei muito interessante, exótico e tudo mais. Me disseram que o livro é ainda melhor, e é o que eu quero descobrir. Ler, com certeza é melhor do que assisti, já que tem mais detalhes e tudo mais. estou muito curiosa com relação a esse livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gostei muito do protagonista deese livro. Vale a pena!

      Excluir
  6. Ainda não li.
    Deveria ler então! ^^
    Quando você disse que o romance é só pano de fundo me animou um pouco mais a ler. Achei que o livro fosse só um romance e mais nada, mas parece ser uma história interessante.
    Viu, quem manda não ler a sinopse nem nenhuma resenha...rsrs...

    Beijusss;
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eu curti, não era algo que estava acostumada a ler e foi uma boa leitura, ele trata de outras coisas além de focar no romance, acho q isso foi o pto forte.

    Andy_Mon Petit Poison

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Siga-nos no Networked

Siga-me no BlogLovin

Follow on Bloglovin