O Silêncio das Montanhas - Khaled Hosseini

Livro: O Silêncio das Montanhas
Autor (a): Khaled Hosseini
Editora: Globo Livros
Ano: 2013
ISBN 978-85-250-5408-1

"O Silêncio das Montanhas traz como protagonista os irmãos Pari e Abdullah, que moram em uma aldeia distante de Cabul, são órfãos de mãe e têm uma forte ligação desde pequenos. Assim como a fábula que abre o livro, as crianças são separadas, marcando o destino de vários personagens. Paralelamente à trama principal, Hosseini narra a história de diversas pessoas que, de alguma forma, se relacionam com os irmãos e sua família, sobre como cuidam uns dos outros e a forma como as escolhas que fazem ressoam através de gerações."

Oie, tudo bom?

Quando descobri que o autor desse livro escreveu O Caçador de Pipas, me preparei para fortes emoções. O Silêncio das Montanhas é um livro de ficção que conta a história dos irmãos afegãos Hebollah e Pari. Os dois vivem na pequena aldeia Shadbagh, próxima a Cabul (Afeganistão), durante a década de 1950. A mãe deles faleceu no nascimento de Pari, o pai casou-se novamente e sofre com muitas privações financeiras. Ele recebe uma proposta de seu cunhado Nabi e vende sua filha para a família que Nabi trabalhava na capital do Afeganistão e nunca mais a encontra.

Pari passa a viver com Nila Wahdati e o Sr. Wahdati e esquece sua família, pois ainda era muito pequena quando tudo ocorreu. No entanto, ela sempre sentiu falta de alguma coisa e seu irmão nunca a esqueceu. A relação entre eles é bonita e triste ao mesmo tempo. Os dois vivem juntos apenas por alguns anos, mas possuem uma afinidade que ultrapassa distâncias e dura toda a vida.

O que me agradou foi a inserção de vários narradores que cruzaram o caminho dos irmãos em algum momento. Esses personagens nos situam durante a narrativa. O autor me surpreendeu porque ele nunca ia para a resolução óbvia de um fato, mas dava novas conotações para a história.

"Você sacrifica seus membros, sua visão, e até sua vida, e o faz com prazer. A Jihad também garantia alguns direitos e privilégios, falou, porque Deus cuidava para que os que se sacrificassem colhessem mais recompensas." (pág. 212)

A escrita do autor é muito envolvente, agradável e emocionante. Muitas vezes eu parava de ler um capítulo e ficava pensando nas injustiças da vida. Não é um livro com um final feliz, mas uma obra sobre perdas de oportunidades e perda de pessoas. 

O livro aborda as mudanças ocorridas no Afeganistão depois de tantas guerras. Do crescimento de pequenas vilas, da destruição de monumentos históricos, as mudanças sociais e a migração dos afegãos. Ele ainda aborda temas polêmicos como homossexualismo e a liberdade da mulher muçulmana. Mas todos os assuntos são citados de maneira sutil.

"Eu preciso dizer, mesmo que seja só esta vez, que amo você há muito, muito tempo, Nabi. Por favor, não fique zangado." (pág. 109)

A cronologia da narrativa se alterna entre as décadas e o autor identifica o que está acontecendo sem citar datas. Nila, Pari, Nabi, Thalia, Markos... diversos personagens com boas histórias para contar.

Eu indico esse livro pela sua história tocante e sensível. O autor te faz refletir sobre tantas coisas e o coloca na pele de seus personagens. Pari e o irmão se reencontram? Não posso contar, mas você vai se emocionar muito.

"O expurgo dos sonhos ruins, o presente dos sonhos felizes. (...) Tomando cuidado para não acordar Pari, estendo o braço e encosto a mão na testa dela com toda a delicadeza. Fecho os olhos." (pág. 348)

Beijos!

21 comentários

  1. Eu tenho visto várias resenhas positivas desse livro.
    Estou me convencendo a comprá-lo eventualmente.
    http://triplobooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Ai meu Deus, quero muito ler este livro, já li O Caçador de Pipas e A Cidade do Sol e são maravilhosos, portanto creio que este seja igualmente triste e muito bom.

    Beijos!

    Fê - Amor Literário

    ResponderExcluir
  3. Ganhei o livro a pouco tempo e pretendo ler em breve, tenho todos do autor hahaha Adorei sua resenha.
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Aline, lembro que conversamos sobre ele no twitter! Também amei e como você disse não é uma história com um final feliz. Confesso que isso me atrai em Khaled, o realismo, a crueldade, situações que retratam a vida como ela é. Ele não se prende a clichê ou a finais felizes e mesmo assim encanta, ensina e emociona! Sou muito fã...


    Abraços, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  5. Hey Aline!

    Eu curti muito O caçador de pipas, sei que vou gostar deste também! Deve ser linda a história, e torço pra que os irmãos se encontrem!

    Um beijo
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oie!
    Este livro chama minha atenção, parece ser bom. Pretendo dia ler.

    Beijos*

    ResponderExcluir
  7. Caçador de Pipas está entre um dos meus livros favoritos, o autor realmente sabe como mexer com o leitor e imagino que em O Silêncio das Montanhas não será diferente. Adorei a resenha!

    Beijo:*
    Naty.

    ResponderExcluir
  8. Oi Aline, tudo bem flor?

    Bom, pelo que vc disse, acho que O Silêncio das Montanhas mantém essa mensagem reflexiva sensível que existia em O Caçador de Pipas. Fico muito feliz em saber disso. Realmente a escrita do Khaled é fantástica. Acho que poucos autores conseguem ser tão tocantes quanto ele. O Caçador foi um livro que me marcou muito. Quero muito ler O Silêncio das Montanhas, mas ele tá caro que só.

    beijos
    Kel
    porumaboaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente está bem caro. Esse eu ganhei de presente!
      ;)

      Excluir
  9. Oiee

    Tem resenha dele no meu blog mas foi a Erika que leu quando ela me falou do livro morri de vontade de ler e agora com a sua resenha então preciso muito ler adorei a resenha :)

    Beijos

    http://www.livrosechocolatequente.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Andressa.
      Leia o livro porque a história é muito linda.
      ;)

      Excluir
  10. Hahaha loca pra ler esse livro, ja vi varias resenhas dele, oque me deixa ainda mais com vontade =)

    Da uma passadinha no meu blog, ele é novo ainda, se puder me seguir ficarei muito agradecida e feliz =)
    Bjoos

    http://www.corujaleitora.com/

    ResponderExcluir
  11. Eu realmente não gostei do livro O Caçador de Pipas, pelo simples motivo que ele é cansativo, eu não consegui entrar no contexto da historia, ou eu não devo ter gostado por que foi a escola que passou para eu ler kkkk Mas enfim, eu acho que esse livro é completamente diferente, tem uma dinâmica de leitura bem melhor, esse eu acho que vou curti, pois gosto desse estilo, pela capa eu já curti, espero lê-lo futuramente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O desenvolvimento da narrativa e bem diferente de O Caçador de Pipas. Mas o cenário e as histórias tristes permanecem.

      Excluir
  12. Lendo a resenha e sinopse nao tem como nao relacionar com o Caçador de Pipas, espero que esse tenham tantas viravoltas e emoçoes, quero mto ler!

    ResponderExcluir
  13. Adoro livros assim, com guerras, histórias e drama e tristeza,vou add na minha lista de livros ^^

    ResponderExcluir
  14. realmente um livro muito emocionante estou lendo e amando.pretendo ler cidade do sol tbm bjss.

    ResponderExcluir
  15. Oi adorei sua resenha...mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..abraços.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Siga-nos no Networked

Siga-me no BlogLovin

Follow on Bloglovin