Lonely Hearts Club - Elizabeth Eulberg

Livro: Lonely Hearts Club
Autor (a): Elizabeth Eulberg
Editora: Intrínseca
Ano: 2011
ISBN 978-85-8057-049-6

"Penny Lane Bloom cansou de tentar, cansou de ser magoada e decidiu: homens são o inimigo. Exceto, claro, os únicos quatro caras que nunca decepcionam uma garota — John, Paul, George e Ringo. E foi justamente nos Beatles que ela encontrou uma resposta à altura de sua indignação: Penny é fundadora e única afiliada do Lonely Hearts Club — o lugar certo para uma mulher que não precisa de namorados idiotas para ser feliz. Lá, ela sempre estará em primeiro lugar, e eles não são nem um pouco bem-vindos. O clube, é claro, vira o centro das atenções na escola McKinley. Penny, ao que tudo indica, não é a única aluna farta de ver as amigas mudarem completamente (quase sempre, para pior) só para agradar aos namorados, e de constatar que eles, na verdade, não estão nem aí. Agora, todas querem fazer parte do Lonely Hearts Club, e Penny é idolatrada por dezenas de meninas que não querem enxergar um namorado nem a quilômetros de distância."

Oie, tudo bom?

Hoje vou falar sobre um livro fofo que li no final de 2013, se não estou enganada foi minha última leitura do ano passado (memória fraca). Lonely Hearts Club é um infanto-juvenil fofo protagonizado pela adolescente Penny Lane Bloom, que recebeu esse nome porque seus pais são fãs incondicionais da banda Beatles. Eles também chamaram as outras duas filhas de Lucy e Rita, nomes citados nas músicas Lucy in The Sky whit Diamonds e Lovely Rita.

Penny é uma adolescente normal que estuda no ensino médio, passa um tempo com as amigas e é completamente apaixonada por Nate Taylor. Os dois se conhecem desde a infância porque seus pais tem uma grande amizade e a convivência durante os anos levou a um relacionamento que marcou a infância e adolescência. Os pais de Nate sempre visitavam a casa de Penny nas férias e na última visita ela tem certeza de que tinha chegado o momento do namoro avançar para o sexo por causa da nova postura de Nate.

Mas, ela acaba descobrindo que a antiga compatibilidade dos dois não existe mais ao encontrá-lo ficando com outra garota na sua casa. De uma forma dura a protagonista descobre que seu amor de criança se transformou em um "pesadelo" que partiu seu coração. Para curar as mágoas, ela recorre a uma banda que ama e que traduz tudo o que ela sente naquele momento: The Beatles.

"Todos os dias era lembrada do fracasso que eu era. De como o que eu tinha desejado durante anos acabara por me magoar mais do que eu poderia imaginar." (pág. 18)

Decidida a nunca mais sofrer por causa dos garotos, ela resolve não namorar mais enquanto estiver no ensino médio e funda o Lonely Hearts Club (Clube dos Corações Solitários). A primeira coisa que chamou minha atenção foram as citações musicais que são o diferencial da história. A autora soube trabalhar muito bem os momentos vividos pela Penny com as músicas dos Beatles, uma banda que adoro. Além disso, a narrativa foi escrita para um público adolescente, mas nada impede que os leitores (principalmente as leitoras) se identifiquem com a narrativa.

"É, eu ia me recuperar. poderia colocar meu coração em risco e me recuperar, e tudo o que me fizesse sofrer, no fim, só me deixaria mais forte." (pág. 185)

Quem nunca sofreu meses pelo carinha errado para depois perceber que perdeu tempo demais? Eu passei por isso quando estava no ensino médio e infelizmente é um processo que todos passam porque a vida é assim. Depois você cresce e descobre que a vida não é apenas aquilo e que aquele carinha (ou garota) não tinha maturidade suficiente para um relacionamento mais sério. Não que eu esteja defendendo garotos que magoam meninas por aí, mas é muito difícil achar um cara por volta dos 15 e 16 anos que queira um relacionamento sério.

O clube de Penny começa com apenas uma integrante, mas cresce e ganha adesão de várias garotas de sua escola. Cada uma dessas meninas passou por uma situação ruim e encontram no clube uma alternativa para compartilhar experiências ruins e superá-las. 

"Este era o garoto por quem eu sonhava todo verão? Esse era o garoto que tinha partido meu coração? Ele?" (pág. 180)

Diane e Tracy, amigas de Penny, são personagens que representam meninas que, respectivamente, largam tudo por causa do namorado ou que vivem a procura de um novo amor. Isso foi bacana porque são situações cotidianas e de fácil identificação. Apesar da criação do Lonely Hearts Club, o livro é cheio de romances fofos.

Penny Lane é uma protagonista inteligente e divertida que se dá bem com os amigos e sua família. A autora não encheu o livro de clichês sobre bullying na escola ou problemas familiares.  A narrativa é simples, leve e recheada de situações pertinentes na adolescência de qualquer um.

Os capítulos são curtos facilitando a leitura e a fluidez do texto. Eu também amei a diagramação do livro com pequenos detalhes e desenhos, bom tamanho das letras e uma capa bem sugestiva. Indicado para quem curte livros infanto-juvenis, esse livro pode deixá-lo altamente saudosista.

Beijos!

Trecho de Lonely Hearts Club.

54 comentários

  1. Parece ser um livro divertido, mesmo não estando dentro da minha zona de conforto literária.
    Bela resenha Aline :)
    Quem sabe um dia?

    ResponderExcluir
  2. Ownnn Alyne...
    Eu adoro esse tipo de leitura... amo infanto juvenis e esse chamou bastante a minha atenção e claro que eu coloquei na minha listinha do skoob como desejado, pois assim que der eu vou comprar rsrsrs. Gostei da forma como você abordou a resenha e como você falou um pouco de Penny que me pareceu uma menina decidida e bem parecida comigo no ensino médio (talvez isso me fez querer ler mais esse livro rs). Esse amores que sentimos nessa fase da vida a maioria é ilusão mesmo... A gente sofre intensamente por garotos que não estão nem ai pra gente rsrsrsr e depois que passa ainda sorrimos porque não acreditamos que gostamos deles.... enfim são fases... Xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Diana, tudo nessa vida é uma fase. Na adolescência somos muito infantis para compreender certas coisas. Obrigada pelo comentário!
      :D

      Excluir
  3. Eu amo a capa desse livro e gostei muito da resenha, sempre escuto críticas boas sobre ele. Tenho aqui na minha estante e pretendo ler em breve e espero adorar.

    Beeeeijos.
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Catharina, tudo bom?
      Esse livro é ótimo e indico que você leia logo.
      :D

      Excluir
  4. Esse livro é muito fofo!
    Li pela primeira vez faz um tempinho, mas acho que já reli umas três vezes, as citações de músicas são ótimas e com elas eu conheci um pouco mais dos Beatles.
    Beijos!
    http://sobrelivrosesonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Evelise! É um livro muito fofo e interessante para conhecer as obras dos Beatles.
      :D

      Excluir
  5. Não sou muito acostumada a ler livro infanto-juvenil, mas esse livro me parece bom e divertido, confesso que fiquei um pouco curiosa para ler ele.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Adoro livros juvenis ... shaushauhsa ... são meio clichês, mas são mega fofos *-* Quero ler este tbm!!

    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Quero muito ler esse livro, principalmente por ser relacionado aos Beatles. Está na minha lista, mais ainda agora, parece ser super divertido e fofo.

    ResponderExcluir
  8. Esse livro parece ser muito bom. Gostei do juramento que ela fez. Eu tinha lido a sinopse deste livro, mas ainda não tinha visto uma resenha. Gostei muito.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Eu me diverti bastante com esse livro. Eu esperava algo totalmente diferente, mas o que encontrei foi tão bom quanto imaginava. A autora caprichou nas escolhas que fez. Boa resenha, atribuiu argumentos que totalmente demonstram como é o universo da escrita da autora.

    beijos,

    Boa semana!

    Amy - Macchiato

    ResponderExcluir
  10. Realmente, todos passam por isso. Passei até mais de uma vez haha. Mas mesmo sendo clichê, a ideia é show para um livro. Adorei a premissa, a resenha, a diagramação... Tudo! Adicionei ao skoob! <3

    Beijos
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mandy, realmente todos passam por isso durante a adolescência. Recomendo muito o livro!
      :D

      Excluir
  11. Parabéns pela resenha Aline! Estou ansiosa para ler Lonely Hearts Club! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  12. Diane e Tracy são fáceis de reconhecer mesmo hahhaa
    se eu fosse contar a quantidade de amigas que são assim...
    Vish :P
    Sempre tive curiosidade de ler esse livro, ele parece ser muito bacana *O*
    Bom saber que a personagem principal é inteligente, to sentindo falta disso ultimamente hauhauauaha

    Beijos,
    http://www.interacaoliteraria.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um livro bem leve e divertido Paula. Quem nunca sofreu por amor que atire a primeira pedra.
      :D

      Excluir
  13. Oiee

    Gosto desse tipo de livro para sair de uma ressaca literária, já tinha visto outras resenhas desse livro mas bem negativas, vou precisar ler para tirar uma conclusão.

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  14. Adorei a proposta do livro! Fiquei lembrando da minha época de adolescente, e realmente, quem nunca sofreu por um amor não correspondido? Me identifiquei com o livro!

    Beijos

    www.daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Sammy, é um livro que você se identifica em qualquer idade.
      :D

      Excluir
  15. Eba! Resenha de livro que eu já li! Adoro quando isso acontece hahaha
    Adorei sua resenha Aline, você expôs muito bem sua opinião.
    Realmente é uma leitura leve e rápida.

    Bejinhos

    ResponderExcluir
  16. O livro parece ser fofo, só pela capa já dá para dizer isso mas não tive vontade de ler esse livro desde que o vi pela primeira vez no goodreads, já estou um pouco cheia desse tipo de história fofinha.

    ResponderExcluir
  17. Ainda não conhecia esse livro, mas parece ser bem legal! Achei o enredo bem diferente, nunca li nada sobre adolescentes que não querem saber de garotos mais e este parece ser um livro bem divertido e recheado de emoções teens!
    beijos ♥
    quemprecisadetvparaverbeyonce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Dani, é um livro para adolescentes.
      :D

      Excluir
  18. Oi Aline!!! Eu gosto de livros leves e apesar de já estar mais velhinha, acabo sempre gostado de infanto-juvenil!! Sempre fico saudosista, obrigada por nos avisar que esse pode ser um dos efeitos da leitura!!! rsss

    Gostei muito da resenha e fiquei super curiosa!!

    Beijos,

    Mari
    cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Parece ser aquele livro que você pega pra ler e quando vê já está no fim. Os comentários positivos sobre Lonely Hearts Club não faltam, quero muito ler esse livro. Sem contar que a capa é linda!

    Beijo,
    Naty.

    ResponderExcluir
  20. Oie!

    Nunca senti vontade de ler este livro, mas sua resenha me animou, quem sabe eu leia.

    Beijinhos*

    ResponderExcluir
  21. Eu li em 2012, mas é meu queridinho! História ótima!!
    Resenha lindinha, me deu até vontade de ler de novo!!

    Bjkas

    Lelê Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Primeiramente o que chamou minha atenção foi o fato de termos The Beatles na história. Eu cheguei a sofrer por um amor a distância, mas durou meses, não sofri horrores, era algo passageiro. Já tinha visto a capa do livro, mas não dei a devida atenção, depois da sua resenha irei procurá-lo em breve.
    Até!

    ResponderExcluir
  23. Primeiramente o que chamou minha atenção foi o fato de termos The Beatles na história. Eu cheguei a sofrer por um amor a distância, mas durou meses, não sofri horrores, era algo passageiro. Já tinha visto a capa do livro, mas não dei a devida atenção, depois da sua resenha irei procurá-lo em breve.
    Até!

    ResponderExcluir
  24. Gosto de livros de leitura leve e rápida para variar a tensão de muitas páginas, e gostei muito da história desse livro Aline, anotei para ler depois!
    bjkas

    ResponderExcluir
  25. Achei bem legal o enredo da estória e como não me identificar?
    É difícil encontrar um carinha que queira algo sério mesmo aos 15/16 anos, mas eu encontrei o meu nessa faixa etária (tudo bem que ele é 2 anos mais velho, mas ainda assim...) e estamos juntos há quase 3 anos.
    Enfim, quem nunca chorou horrores por um cara pra perceber que não valia a pena? Eu mesma sofri por 2 anos por causa de um carinha que partiu meu coração, e eu achava que jamais me curaria. Mas tudo passa, nada dura para sempre. A dor é passageira.
    Achou que me identificaria muito com a protagonista, e fiquei curiosa pra ver como as músicas dos beatles se encaixam no enredo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Rita, tudo passa. Na adolescência temos a impressão errada de que nossa dor é a pior de todas.
      :D

      Excluir
  26. Livros assim são sempre apaixonantes, pelo menos ela não é daquelas personagens que correm atrás de um amor, ela está fugindo, e isso é tão comum que é quase impossível não se familiarizar com o drama adolescente dela, essa com certeza é uma boa leitura

    ResponderExcluir
  27. Apaixonei na proposta desse livro *.* não o conhecia até ler sua resenha! Adorei!

    Bjs

    ResponderExcluir
  28. Não conhecia o livro, mas adorei a sua estoria parece ser bem diferente e original *--*

    Meu Mundo, Meu Estilo

    ResponderExcluir
  29. Apesar de parecer um bom livro, no momento não leria por ter algumas outras leituras na frente.

    ResponderExcluir
  30. Hey hey!
    Cara, esse livro já tá na minha wishlist a um tempinho porque muita gente já me recomendou ele. Principalmente por eu eu simplesmente AMO os Beatles!
    A capa é super linda e estou muito ansiosa pra ler esse livro.
    xx, Ann

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ann, se você gosta de Beatles você vai amar esse livro.
      Muito fofo!
      :D

      Excluir
  31. Putz, acabei de me sentir um Ogro, nunca tinha ouvido falar desse livro, ele parece ser bem legal, gostei do que você falou parece ser um livro que eu leria sem nenhum problema.

    Bjks

    Patty Santos - Blog Coração de Tinta
    http://coracaodetinta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  32. A leitura parece ser bem fluída, o tema é meio bobinho e o gênero não é um dos meus preferidos. Mas eu daria uma chance a leitura quando tivesse a oportunidade, parece ser algo leve e bacana pra ler entre um livro mais denso e outro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Malu, esse livro é ótimo por ter uma história super leve.
      :D

      Excluir
  33. Eu jé tinha visto o livor, mas não sabia exatamente sobre o que ele falava, me parece ser uma leitura bem gostosa para passar o tempo, eu achei bem criativo o modo como os pais delas deram o nome, colocando nomes citados nas musicas.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  34. Já vi o livro bem baratinho por aí, mas ainda não tive vontade de ler =(
    Mas a maioria fala bem... então talvez eu compre na bienal =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu indico Karolyne!. Principalmente pela leitura leve e tranquila.
      :D

      Excluir

Obrigada pela visita!
Todos os comentários deixados aqui serão carinhosamente retribuídos.
Para isso, basta deixar o endereço do seu blog!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Siga-nos no Networked

Siga-me no BlogLovin

Follow on Bloglovin